segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

"Caixa de Pandora"


O passado de nós dois,
é uma senda que leva ao pasmo.
O passado entre nós dois,
é uma extensão sem algum horizonte.
O passado dentro de mim,
é um vale de perfumes e cores
seladas dentro de uma caixa de pandora.
Debaixo daquela tampa
é mistério energético e turbulência,
tudo em volta.

Cada dia
explode dentro um instinto:
sentimento e inconsciência
de um vicio, de um capricho.
Assim pago o caro preço do êxtase

e da dor cada vez que liberto aquela memória
impressionada pelo teu sorriso.
Uma pérola em equilibrio sobre a minha mão.
Um bater da célula
e são grãos
que escorregam entre os dedos.

Cada dia
o teus olhos perguntam-me onde posso chegar.
Cada dia a tua voz
lembra-me que tinha um objetivo
escondido debaixo das solas dos meus sapatos.

Cada dia
surgem e decaem camadas de pó
sobre aquela caixa.

Cada dia
ressoa uma dúvida na minha cabeça:
porque uma infelicidade vivida

para uma felicidade protelada?

Cada dia
raiva medo e ignorância
lembram-me que envelheço.
Um sorriso amargo
tropeça entre os lábios
e então,
o tempo de nós,
aprisionado na memória,
conserva só uma patética simulação

de um encantamento irrepetivel.


Cada dia
sou inquieta, serena.
Eu desejava que o tempo
não parasse mais dentro

dos teus olhos como naquela época!
Mas eu sei também que
não por isto abrirei a caixa de pandora.

Maria Florჱܓ

5 comentários:

  1. Menina....lindo...lindo...lindo...só tu para me fazer ver sem estar com os olhos abertos...LINDOOOOOOOO!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Maria Flor...

    Belissimo poema! Adorei a expressão poética e o estilo seguro como dispões as palavras!

    Um beijo
    AL

    ResponderExcluir
  3. Flor que lindo ! amo seus poemas.. vc sempre me mostra um lado que eu nunca havia pensado.. tua alma é linda..vc é linda.. adoro vc..beijão

    ResponderExcluir
  4. Hoje vim aqui agradecer pelas lindas palavras e carinho comigo nos teus comentários.
    Obrigado do fundo do meu coração.

    " Depois de algum tempo você aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias, e o que importa não é o que você tem na vida,mas quem você tem na vida."
    - W. Shakespeare

    Abraços com todo meu carinho

    ResponderExcluir
  5. Excelente. Contiene muy buenos giros estructurales. Tiene buena comunicación con el lecvtor, ya que cada palabra nos traslada las metáforas del poema. Felicitaciones
    Víctor Manuel Guzmán

    ResponderExcluir

Uma Florჱܓ com carinho